10 de abr de 2011

Tamacho, uma ONG pra ficar

Capa do Diário Catarinense de 10/4/2011


Era início de março, pleno Carnaval, eis que surge do chargista Zedassilva (@zedassilva) a idéia da ONG Tamacho, que defende o homem hétero, monogâmico e pagador de contas.

Sempre falei pra minha esposa que um homem adulto, não casado e sem filhos não tinha dia. Menos mal, agora sou casado e tenho uma filha, tendo o dia dos pais e o aniversário da união.

Foi exatamente pra valorizar esta categoria sofrida e pagadora de contas que surgiu o Tamacho, afinal tem ONG pra tudo, menos pra quem sempre esteve ali perto de todos e principalmente de todas.

Dia 2 de abril, sábado, nos reunimos no Mercado Público de Florianópolis, pra comemorar o primeiro congresso do @projeto_tamacho ou apenas #tamacho , com representantes do RJ, RS, SC, MG e até da Coréia do Sul!

Como a maioria só se conhecia pelo Twitter, ninguém perguntava o nome, mas sim o id @.....

Depois de algumas cervejas (nem foram tantas), parte dos princípios do verdadeiro Tamacho, eis que fomos entrevistados por uma jornalista do Diário Catarinense. O mais legal é que a matéria foi justamente para um caderno feminino: o DonnaDC. A matéria ficou excelente, rendendo chamada na cartola do jornal na capa.

Galera no Mercado Público, um pouco depois de eu sair de lá :^/
Pena eu ter saído um pouco antes do fotografo registrar a reunião da ONG, mas afinal eu tinha compromisso com a patroa :)

Sem desmerecer outras opções, viva os pagadores de conta!

Veja mais textos sobre a ONG Tamacho: